ATsaúde - Tecnologia em prol da saúde

Notícia

O que são os NATS?

by André Marques dos Santos 1.183

Em 2009 o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) através da CNPq convocaram instituições interessadas em apresentar projetos para implantação dos Núcleos de Avaliação de Tecnologias em Saúde (NATS) em suas instituições, inicialmente foram convocados apenas Hospitais de Ensino. Nessa convocação alguns temas importantes foram definidos e deveriam ser abordados pelos NATS, esses temas incluíam prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças mais prevalentes no Brasil, a elaboração de protocolos terapêuticos baseados em evidências e apoio à tomada de decisão dos gestores em saúde.

Inicialmente foram aprovados 24 membros (Hospitais de Ensino), nos anos seguintes o edital foi estendido para outras  instituições da rede no componente de serviços de saúde (Instituições de Ensino e Pesquisa, Instituições Gestoras, etc) e em 2014 alcançou o número de 70 membros.  Atualmente o termo NATS não é mais utilizado, esse termo foi designado para os Hospitais de Ensino, conforme outras instituições se tornavam membros da REBRATS a designação para esses núcleos variava, podemos citar como exemplo que algumas instituições utilizam o termo CATS que significa Comissão de Avaliação de Tecnologias em Saúde. Hoje o mais usual é utilizarmos o termo de membros do REBRATS, para facilitar a leitura utilizaremos o termo NATS porém todo o conteúdo aqui mencionado é aplicável para todos os membros da REBRATS.

Qual a importância dos NATS?

Os NATS se tornaram importantes instrumentos estratégicos que viabilizam a padronização e validação de métodos, atestam a qualidade de estudos e instituem educação permanente na área. Um dos papeis dos NATS é criar dossiês utilizando as evidências disponíveis para auxiliar o gestor da instituição a tomar decisões quanto à inclusão de novas tecnologias, além de também avaliar as tecnologias difundidas e seu uso racional sempre levando em consideração a segurança do paciente.

Quais são os objetivos definidos pelo edital?

O ATS vem crescendo a cada ano e cada vez mais tem se tornado uma ferramenta essencial para auxiliar os gestores em suas tomadas de decisão. Considerando a importância dessa área, para difundir e produzir conhecimento os NATS foram “criados”. Os NATS são núcleos organizados, que reúnem um conjunto de ações em ATS com um objetivo comum pré-estabelecido, mensurado por indicadores, visando à solução de um problema ou demanda solicitada. Os objetivos definidos pelo Ministério da Saúde e pela ANVISA estão diretamente relacionados com a inserção da cultura ATS nos NATS. Esses objetivos são:

  1. Promover capacidade técnica para a inserção de instituições na Rede Nacional de Avaliação de Tecnologias em Saúde (REBRATS);
  2. Desenvolver ações para a capacitação permanente de profissionais e técnicos;
  3. Incentivar e produzir pesquisa voltada ao uso da evidência científica na tomada de decisão;
  4. Coordenar a revisão de diretrizes clínicas dos hospitais, em consonância com as necessidades do SUS;
  5. Incentivar e capacitar tutores para orientar alunos e profissionais de saúde para executar atividades de ensino e pesquisa voltados para avaliação de tecnologias em saúde;
  6. Sensibilizar e incentivar os profissionais dos hospitais à introdução da cultura de Avaliação de Tecnologias em Saúde; e
  7. Fomentar a articulação entre ensino e serviço na área de avaliação de Tecnologias em Saúde e Saúde Baseada em Evidências.

Abaixo temos um infográfico resumido sobre algumas características dos membros atuais da REBRATS. Há uma distribuição desigual, concentrando o número de membros na região sudeste do país e observando os tipos de instituições, temos que os hospitais de ensino ainda são a maioria, devido talvez a oportunidade dos gestores aplicarem na prática e o resultado ser mais evidente nesse ambiente.

[fonte]
Rebrats
Gráfico: Desenvolvido pelos autores

André Marques dos Santos

Uma pessoa viciada em tecnologia, formado em Farmácia-Bioquímica pela USP e com muito afinidade pelo empreendedorismo. Procuro ampliar meus conhecimentos seja através de livros, cursos ou até mesmo ajudando outras pessoas e me desafiando durante esse processo. Atualmente amplio meu conhecimento em gestão e desenvolvimento de negócios para poder ajudar startups crescerem no mercado da saúde.