ATsaúde - Tecnologia em prol da saúde

Notícia

A solução da saúde está na democratização

by André Marques dos Santos 455

Muitos dos principais problemas da nossa sociedade hoje em dia tem solução a curto ou médio prazo, mas para isso, é necessário que tenhamos uma mudança radical no nosso mindset.

Estamos acostumados a ter uma participação passiva em mercado em que somos reféns dos produtos, serviços e preços impostos por entidades públicas e privadas. Porém, se combinarmos os avanços tecnológicos com os princípios da economia compartilhada, podemos mudar esse cenário completamente. Podemos deixar de ser meros observadores passivos e nos tornar a solução para nossos problemas. O poder da mudança está na democratização e não há democratização sem comunidade. Nos falta apenas entender a mudança e fazer parte dela!

Como nome diz, economia compartilhada incentiva o compartilhamento, seja de despesas, produtos ou serviços, entre a comunidade, para um bem comum! A idéia principal desse movimento é que o acesso é muito mais importante que a posse.

A proposta do Dandelin é exatamente essa, porém aplicada ao cenário de saúde.

Atualmente, o sistema de saúde brasileiro nos dá as opções de seguros particulares, SUS ou clínicas populares para termos acesso a serviços de saúde.

Os seguros oferecem opções de planos que nem todos conseguem ter acesso e, ao contratá-los, você tem a posse, ou seja, tem uma cobertura para uso privado e exclusivo, mas arca com todos os custos atrelados a ele. As clínicas populares, apesar de mais baratas, ainda são para uso exclusivo, não oferecem tudo que é oferecido pelos seguros e a qualidade do serviço é variável. O SUS tem o grande problema das filas de espera que, muitas vezes leva de 3 a 6 meses para conseguir agendar uma consulta ou um exame ou tratamento. A proposta do Dandelin é ninguém possuí seguro, mas ao dividir os custos reais da saúde entre nossa comunidade de maneira igualitária, todos passam a ter acesso a um serviço de qualidade por um custo extremamente menor!

A vantagem que isso trás para a população como um todo é gigantesca! Afinal, hoje somos reféns das poucas opções oferecidas por instituições públicas ou privadas que não resolvem o problema e, consequentemente, deixam grande parcela da população desassistida. O Dandelin tem como objetivo democratizar o acesso a saúde, dando mais opções para a população, afinal, saúde deveria ser um direito básico, não um luxo para poucos e, para isso, a solução está na descentralização do poder, ou seja, tirar o controle das instituições públicas (governo) e privadas (seguradoras) que colocam lucro acima das pessoas, e devolver à população!

O Dandelin é uma plataforma completamente igualitária e descentralizada, ou seja, todos podem ter acesso sem burocracia e os valores são divididos igualitariamente por todos os membros. Além disso, todas as decisões do rumo da empresa são influenciadas pela comunidade, inclusive o valor mensal devido a cada membro! Dessa maneira, ao invés de arcar com valores exorbitantes para cuidar apenas da própria saúde e dar ainda mais lucros para empresas já bilionárias, pagamos valores muito menores e ainda ajudamos o resto da comunidade. Finalmente será possível cuidar dos outros enquanto cuida de si!

No caso do Dandelin, aplicamos economia compartilhada a área de saúde. Porém ela é aplicável a toda e qualquer área imaginável e traz, sempre, grandes vantagens a todos os envolvidos! Acesso ao invés da posse e coletividade ao invés de individualismo são os caminhos para deixarmos de ser expectadores aguardando que resolvam nossos problemas para nos tornarmos a solução!

(O texto acima foi reproduzido de forma idêntica a fonte)

Via
linkedin/felipe-burattini/

André Marques dos Santos

Uma pessoa viciada em tecnologia, formado em Farmácia-Bioquímica pela USP e com muito afinidade pelo empreendedorismo. Procuro ampliar meus conhecimentos seja através de livros, cursos ou até mesmo ajudando outras pessoas e me desafiando durante esse processo. Atualmente amplio meu conhecimento em gestão e desenvolvimento de negócios para poder ajudar startups crescerem no mercado da saúde.